Santarém acolhe mais uma edição do Festival “Celestino Graça” entre os dias 6 e 10 do próximo mês de Setembro, na Casa do Campino, numa organização do Grupo Académico de Danças Ribatejanas, da Liga dos Amigos do Festival “Celestino Graça” e da Câmara Municipal de Santarém.

Os Grupos Académico de Danças Ribatejanas e Infantil de Dança Regional, de Santarém, foram fundados em 1956 pelo saudoso etnógrafo Celestino Graça, com o propósito de recolher, preservar e divulgar as tradições etnográficas e folclóricas do Ribatejo, através das suas actuações no país e no estrangeiro.

Já completados sessenta e um anos de ininterrupta actividade estes Grupos escalabitanos já se apresentaram em mais de duas mil e quinhentas actuações em território nacional e já realizaram mais de sessenta digressões ao estrangeiro, em vinte cinco países de África, Europa e Américas.

Ainda no pretérito ano o Grupo Académico alcançou um notável sucesso naquele que é considerado um dos mais importantes festivais internacionais do mundo, o de Confolens, em França, sede do CIOFF internacional.

Realizado desde 1995 em exclusivo pelo Grupo Académico de Danças Ribatejanas, o prestigiado Festival “Celestino Graça” regressou há dois anos ao chão sagrado do Campo Infante da Câmara, onde nasceu em 1959, alterando significativamente o seu próprio conceito, passando a ser, agora, a Festa das Artes e das Tradições Populares do Mundo integrando diversas expressões culturais e artísticas, nomeadamente, o folclore nacional e estrangeiro, o artesanato, a gastronomia, o fado, os jogos tradicionais, a música popular e exposições temáticas sobre folclore.

Na edição deste ano há a sublinhar algumas inovações que virão valorizar ainda mais este certame, designadamente com a realização de uma largada de duas vacas e a criação de um espaço de música alternativa para a juventude.
Folclore nacional e Internacional
O Folclore, nacional e estrangeiro, é uma presença fundamental neste evento, e na presente edição cumpre destacar a participação de grupos folclóricos de Buriátya (Federação Russa), Colômbia, Espanha, Itália e México, que partilharão os palcos escalabitanos com os Grupos portugueses, de diversas regiões etnográficas. Os espectáculos de folclore internacional terão lugar nos dias 7, 9 e 10 de Setembro e para além das actuações formais, os grupos folclóricos estrangeiros participarão em outras actividades que terão lugar na cidade de Santarém.
Gastronomia e Artesanato
A gastronomia ribatejana estará em evidência no Festival “Celestino Graça”, após o sucesso alcançado no ano passado. Com diversas tasquinhas onde apenas se confeccionam pratos típicos ribatejanos, à moda antiga, e doçaria regional, os visitantes do Festival “Celestino Graça” poderão almoçar, jantar ou apenas petiscar, conforme a sua opção, com a garantia de poderem degustar excelentes pitéus a preços muito razoáveis, pois, a receita eventualmente apurada destina-se a co-financiar a organização do Festival.

O Artesanato será outra expressão tradicional em evidência, privilegiando-se a produção regional, posto que, tão importante como o negócio dos artesãos é a mostra e promoção dos nossos artigos artesanais.
Noite Ribatejana
O Ribatejo não poderia deixar de constituir um aspecto forte na programação de um certame que teve como principal obreiro Celestino Graça, pelo que o fado, a música popular e o folclore marcarão presença na noite de sexta-feira, 8 de Setembro, onde se exaltarão estes valores da nossa cultura tradicional ribatejana.

Esta jornada tradicional, que contará também com a realização de uma largada, permitirá a todos os visitantes do Festival, e em especial aos componentes dos grupos folclóricos estrangeiros, um contacto muito próximo com a tradição taurina ribatejana.

festival
Jogos Tradicionais
Especialmente dedicado às crianças, mas captando sempre a atenção do público mais veterano, a divulgação e a prática dos Jogos Tradicionais ribatejanos é também um dos momentos agradáveis da diversificada programação do Festival “Celestino Graça”. Enquanto uns, os mais novos, aprendem, outros, os mais veteranos, matam saudades e transmitem saberes…

Os jogos da tracção, da malha, as corridas de sacos, o jogo do cântaro e outros constituirão, certamente, agradáveis momentos de alegria e diversão.
Fandangando…
Prosseguindo o objectivo de promover a diversidade dos Fandangos no nosso país, e em especial no Ribatejo, apresenta- se uma mostra de fandangos típicos de distintas regiões do Ribatejo. De Gouxaria, do Pego, do Cartaxo, de Santarém, das Abitureiras, da Glória do Ribatejo, da Azambuja, enfim, são imensas as variantes desta tão castiça dança folclórica ribatejana, que, mau grado a sua penetração no folclore ribatejano, não é daqui exclusiva, pelo que se impõe conhecer e reconhecer a sua transversalidade. Só assim o Fandango poderá ser candidato à classificação da Unesco como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Há um caminho muito longo a percorrer, pelo que esta mostra de Fandangos pode ser um importante contributo para o desiderato desejado.
Animação Musical
Antes dos grandes espectáculos terá sempre lugar um apontamento musical a cargo de músicos e cantores tradicionais, que preencherão com muita qualidade e interesse o tempo em que os visitantes possam apreciar as exposições ou degustar a apreciada culinária ribatejana.
Liga dos Amigos do Festival “Celestino Graça”
Como forma de viabilizar a realização deste certame, que este ano regista a sua 58ª edição, a Organização vê-se na contingência de cobrar entradas para o recinto da Casa do Campino, porém, a um preço pouco mais do que simbólico – 3 euros – sendo que é oferecida uma programação constante e de reconhecida qualidade. Quem adquirir bilhetes para os quatro dias de programação beneficiará de um desconto de dois euros, pelo que poderá assistir a todos os espectáculos por apenas dez euros.

Mas, se aderir à Liga dos Amigos do Festival “Celestino Graça”, mediante o pagamento de uma quota anual, com um valor mínimo de dez euros, não terá de pagar mais nada para assistir a todos os espectáculos organizados pelos Grupos Infantil e Académico de Santarém.

A inscrição na Liga dos Amigos do Festival “Celestino Graça” é feita junto do Grupo Académico, mediante o preenchimento da respectiva Ficha de Inscrição, e para além do acesso gratuito a todos os espectáculos do Festival, permite ainda a participação numa reunião geral onde poderá dar o seu contributo para valorizar este certame, com a sugestão de algumas alterações a implementar em futuras edições do certame.