O Agrocluster Ribatejo proporcionou uma visita do Vice-Ministro do Paraguai, Víctor Bernal, à empresa Sugal. A visita teve como objectivo permutar conhecimentos e avaliar as possibilidades de cooperação tecnológica e produtiva no sector agroalimentar.

 

Uma delegação do Paraguai, liderada pelo Vice-Ministro de Mipymes do Paraguai, Víctor Bernal, está em Portugal com o objectivo de preparar e coordenar os temas da agenda temática a visita do Ministro de Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite, a Portugal, que estará em Lisboa dia 28 e 29 de Setembro.

Sendo a visita a uma empresa transformadora no sector agroalimentar um dos pontos da ordem de trabalhos desta visita, o Agrocluster Ribatejo depressa arregaçou mangas no sentido de trazer à região do Ribatejo a comitiva do Paraguai. A visita aconteceu no dia 7 de Setembro e teve como objectivo avaliar as oportunidades de intercâmbio de conhecimentos e possibilidades de cooperação produtiva e tecnológica neste sector de actividade.

Integraram a delegação que visitou a Sugal, o Vice-Ministro de Mipymes (Micro, Pequenas e Medianas Empresas) do Paraguai, Víctor Bernal, o Diretor Geral do Gabinete Técnico do Ministro de Indústria e Comércio do Paraguai, Carlino Velázquez, a Encarregada de Negócios ad interim (a.i.) da Embaixada do Paraguai, Ministra Ana Isabel Rodríguez, a coordenadora da área Empresarial da Casa da América Latina, Cristina Valério e a representante do Agrocluster Ribatejo, Ana Pompeu.

A comitiva foi recebida por Pedro Couceiro, CEO Portugal da Sugal e por Juan Mira, Global CEO deste grupo. Na visita, a delegação informou que está preparar a visita do Ministro de Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite, que estará em Lisboa dia 28 e 29 de Setembro, avaliando as possibilidades de Portugal ser uma plataforma de exportação de produtos paraguaios para África e Europa, bem como as oportunidades inerentes ao facto de Portugal considerar o Paraguai como plataforma logística de exportação para os seus países circundantes. A delegação comunicou ainda que o Paraguai, país pequeno mas com possibilidade de triplicar a produção agrícola, pretende avançar para a criação de clusters agrícolas e potenciar a produção de novos produtos para a indústria.