O Agrupamento de Escolas Fernando Casimiro Pereira da Silva de Rio Maior vai inaugurar duas novas salas do seu projecto ActiveLab, também chamadas “Salas do Futuro” ou “Ambiente Educativo Inovador”, no próximo dia 10 de Maio, quarta-feira.

As duas novas salas funcionarão no Centro Escolar Nº 2 de Rio Maior e no Centro Escolar Poeta Ruy Belo, em S. João da Ribeira. A cerimónia de inauguração terá início pelas 14h30 em Rio Maior seguindo-se a inauguração da sala de S. João da Ribeira.

O Agrupamento Fernando Casimiro aceitou o desafio de ser uma das a nível do país a experimentar novas estratégias, novos recursos e a ter uma autonomia maior no ensino, sendo o ActiveLab da escola sede do Agrupamento Fernando Casimiro Pereira da Silva, inaugurado no dia 25 de maio de 2016, com a presença do director geral da Educação, José Vítor Pedroso e da presidente do Município de Rio Maior, Isaura Morais, parte dessa estratégia e um dos primeiros a entrar em funcionamento no país, ao qual se juntam agora 2 novos equipamentos.

Os “Ambientes Educativos Inovadores” têm vindo a ser inaugurados em diversas escolas portuguesas e pretendem ser laboratórios de aprendizagem, espaços de inovação, para professores e alunos, propícios à utilização de novas metodologias, nomeadamente Project-Based e Inquiry-Based Learning. Estes novos espaços, inspirados no projecto Future Classroom Lab, desenvolvido pela European Schoolnet têm vindo a ser criados um pouco por toda a Europa e em Portugal têm vindo a ser adoptados por um número crescente de escolas portuguesas.

O Agrupamento de Escolas Fernando Casimiro Pereira da Silva é igualmente um dos seis, a nível nacional, a integrar os projectos-piloto de Inovação Pedagógica (PPIP), com uma duração de três anos, no final dos quais, e depois de avaliação, se decidirá sobre a sua extensão a outras escolas. Os PPIP “visam actuar de um modo preventivo no percurso escolar dos alunos”, possibilitando às escolas organizar as turmas de forma diferente, mudar o calendário escolar, substituindo os três períodos por dois semestres, reformulando os modelos de avaliação, alterar a duração das aulas, entre outras medidas para eliminar o abandono e o insucesso escolar.

O Projecto AtiveLab tem o apoio do Ministério da Educação, da Câmara Municipal de Rio Maior, da Fundação PT, da Fundação Calouste Gulbenkian, entre outros.

Mais informação no site do projecto em https://activelabanet.wordpress.com/