faucet2

Praticamente toda a cidade de Almeirim e a e a totalidade da Tapada já tem água a correr nas torneiras, informa o presidente da autarquia na sua página de facebook.

“A situação está neste momento a estabilizar sendo que a esmagadora maioria da cidade e a totalidade da Tapada já têm agua. As únicas situações são, segundo os registos ‘in loco’, em algumas zonas e em prédios com pisos acima de 1º andar. A pressão não é muita mas a água já corre”, escreve o autarca que lança, também um apelo ao consumo moderado.

“Tendo em atenção a situação da água que estamos a viver, apelo para que o consumo seja o mais moderado possível. Só assim será possível ganhar pressão na rede e permitir que todas as pessoas acima do 1º andar possam ter água. Se continuarmos com os consumos actuais, cerca de 140 m3 por hora esta situação vai demorar mais tempo a resolver. Apelo á vossa sensatez e ao sentido cívico. Consuma apenas o indispensável”, apela Pedro Ribeiro.

O colapso de um dos furos de abastecimento a Almeirim, na madrugada de segunda-feira, afectou o fornecimento normal de água a toda a cidade e na aldeia da Tapada, num total de cerca de 14 mil pessoas.

A Águas do Ribatejo informou que o colapso de um dos furos decorreu “por motivo do abaixamento dos níveis de água no subsolo” o que, “consequentemente, afectou o abastecimento de água”.

A Águas do Ribatejo anunciou também que já iniciou os procedimentos para a construção de um novo furo, com carácter de urgência, num processo que “deverá demorar algumas semanas e que servirá para uso alternativo” de abastecimento à cidade.

Download PDF