Joana Alves Dias, nutricionista e investigadora, natural do Cartaxo, vai estar no Centro Cultural no dia 16 de Fevereiro, sexta-feira, para falar sobre o papel da alimentação nas nossas vidas. Duas sessões temáticas para abordar o tema Nutrição é o que propõe.

A primeira sessão tem hora marcada para as 10h30 e é dedicada aos factores de risco mais significativos no risco de cancro da mama após a menopausa, tema que a nutricionista investiga na Lund University e foi o tema central da sua tese de doutoramento.

Os mitos que tomamos por verdades e as verdades que desconhecemos sobre alimentação, são o destaque da segunda sessão, que tem início às 18h30.

Ambas as sessões são públicas e de entrada livre, sem necessidade de qualquer inscrição prévia.

Desde cedo que a nutricionista Joana A. Dias (3385N) se interessou pela ciência, e a vontade de fazer a diferença levou-a para os caminhos da prevenção na área da saúde pública, nomeadamente pelo interesse desenvolvido em ciências da nutrição. O posterior interesse em produzir ciência e desenvolver um conhecimento mais aprofundado do tema, deu naturalmente origem ao seu percurso académico até ao nível do doutoramento. A vontade de explorar novos horizontes (característica comum dos investigadores), foi também um factor catalisador para experimentar a realidade de novos países.

A sua tese de doutoramento foi subordinada ao tema “Alimentação e cancro da mama pós-menopausa – com um foco no papel da inflamação sistémica”. Outros temas de interesse para a sua investigação são o papel da alimentação no risco de cancro, doenças cardiovasculares, e mortalidade total, padrões alimentares e relação com biomarcadores de processos de doença e obesidade, alterações ponderais, peso e outros fatores de risco

Das sessões apresentadas, a primeira sobre o Papel da Alimentação no Risco de Cancro da Mama após a Menopausa, nota da organização adianta que nesta se pretende dar a conhecer os factores associados com o risco de cancro da mama, com especial ênfase nos factores nutricionais, baseado não apenas numa revisão da literatura, mas também em alguns artigos científicos da autoria da investigadora. Para a sessão da tarde, alimentação: Mitos e meias Verdades, nesta sessão pretende-se dar a conhecer algumas ferramentas úteis para comunidade em geral se tornar mais apta a distinguir verdadeira ciência de opiniões. Desta forma, pretende-se que a comunidade se torne mais receptiva à evolução do conhecimento na ciência, e mais cética às premissas propagadas por quem não é um profissional na área da saúde.