insignare 2.No passado dia 21 de Abril, uma equipa da Escola Profissional de Ourém, constituída pelas alunas do curso de Gestão Daniela Marques, Márcia Pereira, Mariana Custódio e Adriana Vaz  foram as grandes vencedoras do concurso IPS Junior Challenge 2016 dinamizado pelo Instituto Politécnico de Setúbal . O concurso tinha como objectivo a procura de novas ideias que permitam espalhar a felicidade e bem-estar pela população mundial. Pedia-se inovação, criatividade, originalidade e empreendedorismo. As alunas da EPO conseguiram-no.

“Fábrica de Sorrisos” foi o projecto apresentado pelas alunas que visava espalhar sorrisos e assim criar uma rede de felicidade. Na prática, a “Fábrica de Sorrisos” iria apoiar acções, gestos, actividades e conversas com grupos de idosos, de crianças, de doentes crónicos, de vítimas de violência doméstica, de vítimas de bullying, entre outros, oferecendo serviços em espaços destinados ao riso para todas as idades, tais como: piscinas de bolas, escorregas, salas de histórias, salas da brincadeira, espaços de anedotas, zonas destinadas à beleza (cabeleireiro, manicura e maquilhagem) e ter, como auxílio, espaços de apoio para conversas e psicologia. De uma forma abrangente, este projecto pretendia marcar a diferença, transmitindo esperança, fé, alegria, felicidade e provar que tudo tem uma solução, basta enfrentar os problemas e nunca desistir! A equipa vencedora cumpriu plenamente o lema do concurso: “Faz o mundo sorrir. Inspira felicidade.”

O concurso, direccionado ao ensino secundário e profissional, contou com a participação de 150 alunos oriundos de escolas dos distritos da Guarda, Leiria, Lisboa, Santarém, Setúbal e Viseu. Entre estes alunos estava uma outra equipa da EPO do mesmo curso.

A Escola Profissional de Ourém pretende, com este tipo de participações, proporcionar aos seus alunos novas experiências na área do empreendedorismo, ao mesmo tempo que potencia a criatividade e a capacidade de trabalho em equipa. Procura-se além disso transmitir conhecimentos e competências nas áreas da gestão e inovação, dar a conhecer as atitudes e comportamentos que promovem uma cultura empreendedora e, simultaneamente, capacitar os seus alunos para a dinamização de projectos empreendedores. Estes eram também os objectivos finais do concurso.

 

Download PDF