A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos homenageou terça-feira, 25 de Abril, os presidentes de Câmara e de Assembleia Municipal eleitos desde 1976 até 2013 numa cerimónia que decorreu na Biblioteca Municipal.

A iniciativa inseriu-se nos “40 anos de Poder Local no Concelho de Salvaterra de Magos”, o tema escolhido pela autarquia para assinalar este ano as comemorações do 43º Aniversário do 25 de Abril.

A autarquia entregou uma placa evocativa aos presidentes de Câmara, eleitos desde 1976 até 2013, Leonardo Ramalho Cardoso, Rafael João Alcântara Ferreira da Silva, António da Silva Ferreira Moreira, José Manuel Oliveira Gameiro dos Santos, Ana Cristina Pardal Ribeiro e Hélder Manuel Esménio; e aos presidentes de Assembleia Municipal António Paulo Mendonça Coelho, Joaquim Mário Cardoso da Silva Antão, Alexandre Monteiro António, José Manuel Oliveira Gameiro dos Santos, Paulo Martinho da Costa Ramalho Cardoso, José Domingos dos Santos, Isabel Maria Pinto de Almeida, Manuel Correia Nunes, Francisco Monteiro Cristóvão e Francisco Caneira Madelino.

O objectivo foi distinguir, de forma singela, mas reconhecida os homens e mulheres que passaram pela presidência dos órgãos autárquicos Câmara e Assembleia Municipal de Salvaterra de Magos e que ajudaram a fazer a história do concelho ao longo de 40 anos de Poder Local.

O tema escolhido para este ano está também patente na exposição evocativa dos “40 anos de Poder Local Democrático no Concelho de Salvaterra de Magos” que pode ser visitada até 10 de maio na Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos, onde são apresentados os resultados das eleições autárquicas desde 1976 até 2013, os partidos políticos envolvidos, as votações e os nomes dos eleitos.

Antes desta homenagem decorreu uma sessão solene da Assembleia Municipal, na Praça da República, em Salvaterra de Magos, precedida de uma demonstração de paraquedismo pelo Para Clube Nacional “Os Boinas Verdes”, na zona do Rossio, com a participação a Banda da Academia de Música Salvaterrense.

Além dos cravos vermelhos e brancos, a Praça da República esteve também ornamentada com a frota automóvel e de maquinaria da Câmara Municipal numa forma simbólica de colocar o Poder Local na rua, demonstrando os meios que, no dia-a-dia, estão ao dispor das populações.

Download PDF