A Câmara de Santarém, à semelhança de outras Câmaras do País, está atenta e muito preocupada com a segunda situação mais grave de seca que Portugal atravessa, desde 1940.

O Município de Santarém tem trabalhado, ao longo dos anos, para uma gestão eficiente e ambientalmente sustentável dos recursos hídricos e ecossistemas a eles associados. A água utilizada nas fontes cibernéticas do Município é totalmente reutilizável com recurso a tanques de compensação em circuito fechado, ou noutros casos, em tanques do tipo bacia, isolados, em que a bombagem é feita por equipamentos submersíveis.

Para além disso, o tratamento da água é feito à superfície e por sistemas de filtragem, actualmente de uma forma periódica, para evitar a degradação da qualidade da água e a sua consequente substituição.

Perante a situação extrema de seca que Portugal atravessa, o município está a preparar um pacote de medidas, de modo a reduzir o consumo de água e promover a sua poupança.

A água é um recurso muito valioso e, nessa perspectiva, todos temos a responsabilidade de saber usar os recursos naturais para satisfazer as nossas necessidades, sem comprometer as necessidades e aspirações das gerações futuras.