DSC_0582DSC_0600DSC_0569

A Câmara Municipal de Santarém atribuiu ao Grupo de Futebol Empregados no Comércio (GFEC) a Medalha de Ouro da Cidade numa cerimónia que decorreu, esta tarde, no Salão Nobre da Câmara Municipal e que serviu ainda para distinguir o Rancho Folclórico de Vila Nova do Coito com a Medalha de Mérito do Município.

A apresentação dos distinguidos foi feita pelo presidente do Município, Ricardo Gonçalves, que entregou, em conjunto com toda a vereação, o presidente da Assembleia Municipal, António Pinto Correia, e os representantes da Comissão das Medalhas, Pedro Canavarro e Ludgero Mendes, a Fernando Graça e Vítor Gaspar, as respectivas condecorações, na presença, entre outros, dos presidentes da União de Freguesias da Cidade de Santarém, Carlos Marçal e de João Neves, presidente da Junta de Freguesia de Almoster.

Fernando Graça, presidente do GFEC, admitiu a emoção do momento, estendendo a atribuição da Medalha a “todos os clubes do Concelho de Santarém”, desejando que todos eles consigam atingir os 100 anos.

“Todos eles merecem esse reconhecimento”, afirmou, desejando que a Medalha “sirva de alento aos mais novos”.

Já Vítor Gaspar, director do Rancho Folclórico de Vila Nova do Coito, reconheceu, nos 61 anos do seu Grupo, “muitas tempestades, muitas ondas altas, mas o barco não se partiu”, enfatizou.

O dirigente salientou o contributo de Ludgero Mendes, Bertino Coelho Martins e de Aurélio Lopes na orientação prestada para que o Rancho de Vila Nova do Coito procurasse as suas raízes nas aldeias da sua freguesia, isto é, no seu próprio território.

“Percebemos que ali havia algo que era o espelho dos nossos antepassados”, explicou Vítor

Gaspar que enaltece o esforço continuado do Grupo em representar de forma condigna a sua aldeia, nas exibições que faz em Portugal e no estrangeiro.

O Grupo de Futebol dos Empregados do Comércio – “Caixeiros” – assinala este ano o seu 100.º aniversário e é distinguido pelo trabalho desenvolvido ao longo dos anos em prol do associativismo desportivo e do envolvimento social, para além do reconhecimento pelo papel desenvolvido na formação dos jovens do Concelho e na forte participação no desenvolvimento desportivo e, fundamentalmente, o papel que tem demonstrado na sua aposta de parceria com todos os envolventes, na construção de um plano estratégico comum e inclusivo, numa sociedade cada vez mais participante e integradora de princípios e valores. A par do Futebol, pratica (ou praticou) actividades desportivas de relevo, casos do Basquetebol, Hóquei em Patins, Ténis de Mesa, Andebol, Danças Desportivas e Campismo. 

O Rancho Folclórico de Vila Nova do Coito foi fundado em 16 de Abril de 1961. O trabalho deste grupo é assinalável como Embaixador das Tradições Populares do Bairro Ribatejano, para além de contribuir para a divulgação digna da freguesia de Almoster e do concelho de Santarém, no nosso País e no Estrangeiro, para além da promoção anual de diversas actividades socioculturais que valorizam a sua relação com a comunidade, nomeadamente, através da realização do Festival de Folclore “Da Aldeia à Cidade”.