minuta 001

 

A GNR anunciou na passada semana (30 de Julho) a detenção de dois jovens, de 26 e 28 anos, suspeitos da prática de diversos crimes de roubo e furto em residências nos distritos de Leiria e Santarém, numa operação onde foram apreendidas armas.

Segundo informação do Comando Territorial de Leiria da GNR, foram realizadas três buscas domiciliárias, duas no concelho de Rio Maior, distrito de Santarém, e outra na Amadora, Lisboa, no âmbito de uma investigação iniciada há dez meses.

Nesta investigação, a GNR apurou que “as suspeitas da autoria dos ilícitos executados nos distritos de Leiria e Santarém recaíam sobre um grupo de indivíduos que se dedicava à prática de crimes furto ao interior de residências e, nos casos em que se deparavam com os proprietários no seu interior, aquela conduta consumava-se
com recurso ao uso de violência sobre estes”.

Os arguidos, sem profissão conhecida, têm antecedentes criminais por “furtos, ofensas à integridade física, rixas, roubos e posse de arma ilegal”, adianta o comunicado da GNR, explicando que na operação foram apreendidos vários relógios que poderão ser provenientes dos crimes, peças de vestuário utilizadas pelos suspeitos na actividade criminosa, cinco telemóveis, uma arma de alarme, uma arma branca e diversas munições.

Os crimes foram cometidos nos concelhos da Batalha e Porto de Mós, distrito de Leiria, e Rio Maior, distrito de Santarém, adiantou à agência Lusa fonte da GNR, referindo que a investigação vai continuar.

A operação desenvolvida pelo Destacamento Territorial de Leiria da GNR contou com o apoio da PSP da Amadora.

 

*Texto publicado em edição impressa de 07 Agosto

Download PDF