O Cineclube de Santarém dedica o mês de Fevereiro ao amor e às celebrações de São Valentim, exibindo, sempre à quarta-feira à noite, “histórias de amor improváveis e fora dos estereótipos de relacionamentos”, refere uma nota da associação.

Hoje, dia 7, passa, no Teatro Sá da Bandeira, “Uma Mulher Fantástica”, do realizador chileno Sebastian Lelio, que conta “a história de Marina, uma jovem transgénero aspirante a cantora” e foi premiado com o Urso de Prata para Melhor Argumento no Festival de Berlim e está nomeado ao Óscar de Melhor Filme estrangeiro.

Segue-se, no dia 14, a mais recente longa-metragem de Clare Denis, “O Meu Belo Sol Interior”, argumento inspirado na obra “Fragmentos de um discurso amoroso”, de Roland Bathes; no dia 21, “O Amante de um Dia”, de Philippe Garel, e no dia 28 “Uma Mulher não Chora”, que ganhou o Globo de Ouro para Melhor Filme Estrangeiro e valeu a Diane Kruger o prémio de Melhor Atriz na última edição do Festival de Cannes.