A 54ª Feira Nacional de Agricultura / 64ª Feira do Ribatejo, evento que decorre no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, e cujo tema central foram os “Cereais de Portugal” encerra hoje portas “com um saldo positivo na participação de expositores e na área ocupada pelas empresas”, afirmou a administração do CNEMA em conferência de Imprensa esta manhã.
Apesar do numero de visitantes ter sido ligeiramente inferior às espectativas – cerca de 190 mil – Luis Mira, administrador do CNEMA referiu que não são esses números que fazem uma boa feira.
O evento, considerado a maior feira agrícola do país, teve início no passado dia 10 de Junho e finaliza hoje depois de nove intensos dias na promoção da agricultura portuguesa e dos sectores relacionadas com este mercado, com grande satisfação dos expositores e dos visitantes.
Segundo o responsável a Feira afirmou-se “como o principal evento deste mercado e a grande montra do sector agrícola em Portugal, no qual a inovação e a tecnologia estiveram em destaque”.
Nesta área, realce para o investimento das empresas que tornaram possível uma exposição cuidada e que revela a importância do certame para estabelecer contactos e negócios, frisou.
A Feira Nacional de Agricultura voltou a ser palco a agenda politica nacional com a presença de diversas individualidades com natural destaque para a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.
O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, que esteve presente em diversas iniciativas durante os nove dias de feira, manifestou a sua satisfação pela grandeza do evento.
Outros responsáveis como Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, o Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Amândio Torres, o Secretário de Estado Adjunto e do Comércio, Paulo Ferreira, o Secretário Regional dos Açores, João Pontes, e o Secretário Regional de Agricultura e Pescas da Madeira, Humberto Vasconcelos, também marcaram presença no evento.
O certame também foi palco da visita de líderes partidários como Pedro Passos Coelho (PSD), Assunção Cristas (CDS/PP) ou Catarina Martins (BE). Os Eurodeputados Nuno Melo, Sofia Ribeiro e Cláudia Aguiar, uma delegação do PCP, a Comissão de Agricultura e Mar, o Secretário Geral da UGT, Carlos Silva, e o Presidente do CES, António Correia de Campos.
A presença destas personalidades foi “uma demonstração clara da preocupação e interesse de várias entidades para com o sector e um voto de confiança na capacidade dos agricultores portugueses,” considera o CNEMA.
A Feira Nacional de Agricultura foi também o local escolhido por vários expositores para reuniões de trabalho com concessionários e clientes tendo em vista contactos e desenvolver novas oportunidades de negócio.
Cerca de 6.000 pessoas assistiram aos seminários, encontros e reuniões durante os nove dias de feira.
A Feira Nacional de Agricultura foi também palco da assinatura de constituição da IRRIGANTS d’EUROPE, a primeira associação na Europa que tem como objectivo defender o sector da agricultura de regadio e resulta da união das maiores Associações Gestoras de Água para a Agricultura dos Estados Membros da União Europeia onde o regadio é mais expressivo.
O Salão Prazer de Provar que agrupou o Salão Nacional do Azeite, o Salão Nacional da Alimentação e o Festival Nacional do Vinho reuniu algumas das maiores empresas do país que actuam ramo agro-alimentar e proporcionou um programa recheado de “Acções de Cozinha ao Vivo” desde a abertura até ao fecho das portas. Contabilizaram-se 55 acções, numa demonstração clara das empresas em promover e dar a conhecer os seus produtos. O Salão integrou ainda um espaço de exposição dedicado à iniciativa “Portugal Sou Eu”.

Feira Nacional de Agricultura na Rede

A 54ª edição da Feira Nacional de Agricultura contou este ano com a “APP Feira Nacional de Agricultura”, disponível para os sistemas IOS (Iphone e Ipad), Android e Windows Phone. O objetcivo foi ter toda a informação inerente ao evento mais próxima do público desde informações úteis, o programa dia a dia, o mapa de localização de expositores ou as noticias do certame
Nas redes sociais, em especial no Facebook, a página da FNA teve um grande incremento, ultrapassando já os 51.000 gostos, o que revela o interesse do público por uma informação mais concisa e com uma linguagem mais directa.
Nesta área, para além de uma maior promoção da Feira, o objectivo foi estar on-line em qualquer lugar, de várias formas, e em dispositivos diferentes. No próximo ano, o intuito passa por interagir ainda mais com as pessoas de modo a poder responder a quaisquer dúvidas no mais curto espaço de tempo possível e diminuir a utilização do suporte papel, apostando cada vez mais nas novas tecnologias.
Uma das novidades da Feira Nacional de Agricultura foi a nova imagem e o impacto da decoração na entrada principal do evento com vários cereais distribuídos harmoniosamente. Neste âmbito, realce para as visitas guiadas em colaboração com técnicos do INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária que atraíram os visitantes e que se revelou uma aposta acertada.
Paralelamente, a Nave A também contou com uma imagem renovada através de um novo design e stands inovadores, o que foi registado com muito agrado pelo público presente.
O Museu Diocesano de Santarém associou-se à 54ª Feira Nacional de Agricultura e apresentou, no átrio do auditório, uma mostra alusiva ao tema: “O Pão na Arte Cristã”. O espaço contou com uma área multimédia e produtos de merchandising do museu, funcionando como ponto de divulgação desta estrutura cultural.
A edição de 2018 da FNA realiza-se de 2 a 10 de Junho e terá como tema central o azeite.

Download PDF