Quem nos lê sabe o que pensamos a propósito da habitual atribuição de troféus taurinos em final de temporada. Na maioria dos casos pagam-se favores ou promovem- se toureiros à custa de algumas negociatas. Até já se fazem entregas de troféus a “prestações” – se é que nos fazemos entender – para organizar mais uns jantares…

Vem este introito a propósito do facto dos “Ecos do Burladero”, secção tauromáquica do Correio do Ribatejo, terem sido premiados pela Tertúlia Taurina do Bar “O Picador”, da Nazaré, pela divulgação da Festa, o que entendemos e aceitamos como reconhecimento pelo trabalho que vimos mantendo e pelo espaço que disponibilizamos a esta temática, de cento e quatro páginas por ano. Não falhamos uma única semana! Não vemos mais ninguém a fazer isto, mas os nossos Leitores – mais do que os agentes da Festa! – justificam e merecem esta nossa dedicação.

Como tantas vezes temos escrito, e dito, estamos aqui para servir a Festa dos nossos encantos, não andamos com ninguém às costas, como tantas vezes vemos fazer em outros espaços de divulgação taurina, nem atiramos ninguém ao chão. Como nos cumpre fazer, divulgamos a Festa Brava e exercemos o nosso dever de criticar livremente, de acordo com as nossas convicções e sem segundas intenções. Por isso, temos o dever de agradecer penhoradamente a quem nos distingue, conhecendo esta nossa forma de estar e de servir a Festa.

Na circunstância a Tertúlia Taurina do Bar “O Picador”, da Nazaré, anunciou já os triunfadores da Temporada de 2016, anunciando a cerimónia da entrega dos troféus para o dia 21 de Janeiro, no emblemático restaurante S. Miguel, nesta tão castiça estância balnear. O Bar “O Picador” é um local de encontro de aficionados, ou simples simpatizantes da Tauromaquia, decorado com requinte dentro da temática taurina, onde se fala de toiros, constituindo, por si só, um espaço de eleição no reencontro da afición da Nazaré. Com esta iniciativa pretende-se voltar a dar à Nazaré e às suas gentes a dignidade em termos tauromáquicos para que a Praça do Sítio volte a ser um palco dos grandes acontecimentos.

E os Triunfadores são: Cavaleiro Triunfador da Temporada Nacional: Marcos Tenório “Bastinhas”; Mérito e Profissionalismo: Rui Salvador; Cavaleiro Consagração: Filipe Gonçalves; Cavaleiro Praticante: Parreirita Cigano; Matador Internacional: José António “Morante de la Puebla”; Matador Nacional: António João Ferreira “Tó Jó”; Novilheira: Paula Santos; Peão de Brega / Bandarilheiro Internacional: Pedro Gonçalves; Peão de Brega / Bandarilheiro Nacional: David Antunes; Grupo de Forcados: Grupo de Forcados Amadores do Aposento da Chamusca; Grupo de Forcados Internacional: Grupo de Forcados Amadores de Arronches; Forcado do Ano: João Romão (Grupo de Forcados Amadores de Montemor-o-Novo); Ganadaria Triunfadora: São Torcato; Troféu Carreira – 50 anos de alternativa: Luís Miguel da Veiga; Figuras da Tauromaquia: João Patinhas, Simão Comenda e José Jorge Pereira; Troféu Afición: José Joaquim Pires e Manuel Pires; Aficionado do Ano: Pedro Marques; Imprensa – Carreira: Jornal Olé – 10 anos; Imprensa – Divulgação Local: “Ecos do Burladero”, do Correio do Ribatejo e Programa Taurino “Tertúlia”, da Rádio Cister; Defesa e Preservação da Tauromaquia: Rural Beja – Câmara Municipal de Beja.