O Município de Coruche enquanto entidade líder da Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE “Montado de Sobro e Cortiça identificou que uma das acções mais marcantes e distintas praticadas neste ecossistema único no mundo é a Tiragem da Cortiça, uma prática singular e de elevada rusticidade.

Considerando as suas características únicas no mundo, e a constatação que é um Património Cultural em risco, o Município de Coruche, Capital Mundial da Cortiça, lidera o processo de candidatura da “Tiragem de Cortiça” a Património Cultural Imaterial Nacional uma proposta no âmbito do projeto âncora “Estrutura de coordenação e gestão da parceria da EEC PROVERE O Montado de Sobro e Cortiça 2014-2020”.

Alem da promoção e valorização cultural desta prática, este processo pretende salvaguardar e dar a conhecer, a arte da tiragem da cortiça, do tirador e toda a envolvência relacionada com a actividade da “Tiragem de Cortiça”.

Esta candidatura cria a oportunidade da realização de um plano de salvaguarda, de forma a preservar e instituir medidas para que esta atividade tão particular não se perca, assente num modelo participativo, cujos agentes da fileira apresentaram contributos e propostas no workshop que se realizou no passado dia 5 de Fevereiro, no Observatório do Sobreiro e da Cortiça.