Tomás Pinto2Tomás Pinto – Regressa a Santarém, praça onde tem sido muito feliz

 

Que a tradição já não é o que era ninguém duvida e a prová-lo está a realização de uma corrida de toiros à portuguesa, a favor da Santa Casa de Misericórdia de Santarém, não em qualquer um dos domingos da Feira de Piedade – que Deus haja! – mas, sim, num sábado… Talvez para recair no Festival Nacional de Gastronomia, supondo-se que quem visitar este certame gastronómico acabará por assistir ao espectáculo tauromáquico. Duvido, mas…

Se ao menos a opção por esta data passasse pela intenção de homenagear Celestino Graça, sobre cuja data de falecimento se cumpre neste exacto dia o 40º aniversário, ainda poderíamos compreender, porém, isso também seria exigir muita cultura taurina aos promotores da corrida. Se nem o cinquentenário da Praça de Toiros foi assinalado no dia próprio…

Bem, mas como a corrida é de beneficência a favor da Santa Casa de Misericórdia de Santarém o mais importante é que todos possamos contribuir para que a receita dê para as despesas, e a ver se a destinatária chega a receber algum dinheiro, que tanta falta lhe faz para manter a sua excelente resposta social em favor dos que mais necessitam.

O cartel não é forte nem é fraco, é o possível! Bem sabemos que em Santarém o público não aflui a espectáculos cujos cartéis não sejam de figuras, e disso são bons exemplos as últimas corridas realizadas na Monumental “Celestino Graça”, excepção feita à corrida comemorativa do Centenário do Grupo de Forcados Amadores de Santarém. Enfim, Todos estamos convictos de que os toureiros e os forcados não deixarão de se esmerar para agradar ao respeitável, em tarde que se adivinha fresca. Em praça estarão os cavaleiros Francisco Cortes, Gilberto Filipe, Filipe Gonçalves, Tomás Pinto, António d’Almeida e Mara Pimenta (praticante), os Grupos de Forcados Amadores de Santarém e os do Aposento da Chamusca, capitaneados, respectivamente, por Diogo Sepúlveda e por Pedro Coelho dos Reis, que enfrentarão toiros de Prudêncio, Paulo Caetano, Santa Maria e Fontembro.

O espectáculo tem o seu início aprazado para as 16.30 horas. Não Falte! Apoie a Misericórdia de Santarém!

*Texto publicado em edição impressa de 16 Outubro