Em dia de entrada livre e com uma afluência assinalável, a 54ª Feira Nacional de Agricultura / 64ª Feira do Ribatejo, evento que decorre até ao próximo dia 18 de Junho, no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, e que tem como temática central os “Cereais de Portugal”, destacaram-se as “Conversas de Agricultura”.

Ontem foi dia de Entrada Livre, ocasião ideal para uma visita à Feira Nacional de Agricultura e poupar o valor de aquisição do bilhete. O evento contou com uma adesão assinalável ao longo do dia e milhares de pessoas aproveitaram a oportunidade para tomar conhecimento com as últimas novidades do sector agrícola, além de degustaram produtos de qualidade reconhecida.

O debate e a discussão de temas relacionados com a actividade agrícola são parte integrante do certame e o realce do dia foi a Conferência Internacional “Agricultura Mediterânica na PAC Pós 2020.

Esta conferência internacional teve como objectivo debater a importância dos países do sul da Europa na nova PAC e contou com intervenções dos presidentes das principais organizações de agricultores desta região (Espanha, Itália, Portugal, França e Grécia) assim como da principal organização da agricultura Europeia, o Copa.

Em debate estiveram temas como “A influência e o que esperam as Organizações de Agricultores na Reforma da PAC”, “O impacto económico nos países do sul com a proibição de produtos fitofarmacêuticos” e os “Desafios para a Agricultura no Futuro”.

Durante o debate, destacou-se o papel da agricultura mediterrânica que tem características especiais que devem ser tidas em conta como a contribuição para a força de trabalho; um sector agroalimentar que gere valor acrescentado e com grande diversidade de produtos ou a contribuição para as exportações internacionais de produtos agroalimentares.

A Escola Superior Agrária de Santarém também promoveu um workshop subordinado ao tema “Inseminação Artificial em Coelhos” que contou com profissionais do sector e estudantes da área. Para a organização o objectivo foi “ transmitir conhecimentos técnicos e científicos relativamente a todo o processamento que está relacionado com o maneio reprodutivo de machos e fêmeas, já que 85 % das explorações utilizam esta tecnologia que deverá ser divulgada para melhoria da produtividade”.

O colóquio “Inspecção de Equipamentos de Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos” organizado pela D.G.A.V. teve como objectivo “motivar e alertar os agricultores para a necessidade de cumprirem o que está disposto na lei e a obrigatoriedade de inspecção dos equipamentos de pulverização”. O debate também contou com a presença de técnicos de centros de inspecção (Cothn e Enguirelva) que relataram  a sua experiência nesta área.

Debater o resultado das ajudas comunitárias aos agricultores e ajustar procedimentos para o próximo ano foi o mote para a realização do seminário “Balanço da Campanha 2017” organizado pela CAP e que contou com a participação do IFAP  – Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas.

O Crédito Agrícola, com o objectivo de potenciar a actividade exportadora das empresas nacionais, organizou, em parceria com a Portugal Fresh, mais um workshop sob o tema “Cooperar para Exportar”.

Na sessão de encerramento, o Ministro da Agricultura, Luis Capoulas Santos, constatou o apreço pela organização do colóquio que “visa uma das principais apostas estratégicas que é a exportação que está associado ao investimento”.

Hoje, 13 de Junho, Dia do Município de Benavente, a Feira Nacional de Agricultura é o palco da agenda politica nacional com a visita do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que visita o evento pelas 16h30.

O dia fica também marcado pela realização seminários e conferências integrados no Ciclo de debates “Conversas de Agricultura”, mais uma oportunidade para os profissionais do sector e interessados na trocarem experiências, debater problemas ou reflectir sobre o futuro como o “Encontro Nacional de Orizicultores – Org. AOP”, a “Importância dos Pagamentos Ligados na PAC – Org. CAP”, “Política Agrícola Comum – Impactos da Reforma de 2013 e Perspetivas Futuras – Org. CNA”, “Produtos de Qualidade, territórios e gastronomia – Org. Minha Terra”, ““InovCereais” – Org. Voz do Campo”, “Aves – estragos, impacto económico e estratégias de mitigação e dissuasão – Org. AGROTEC/AGRIMINHO.”

A animação tradicional, as Escolas de Toureio ou os Treinos de Forcados complementam  mais um dia de feira.

Download PDF