Já são conhecidos os resultados da 1ª fase da décima edição da ‘Geração Depositrão’, que comemora a primeira década em funcionamento consecutivo no terreno. Só no primeiro período do ano lectivo já foram recolhidas mais de 136 toneladas em todo o país, nos 900 pontos de recolha existentes para o encaminhamento de equipamentos elétricos e pilhas em fim de vida, em todo país.

Num contexto nacional, as escolas do distrito de Santarém recolheram 6000 kg de resíduos, com especial destaque para as escolas EB23/ Sec. Dra. Maria Judite Serrão Andrade e Centro Social Paroquial do Entroncamento, respetivamente nos concelhos de Sardoal e Entroncamento.

Filipa Moita, responsável de comunicação sublinha que “as escolas da nossa Geração Depositrão continuam com a carga no máximo no que à recolha (e reciclagem) diz respeito. É com enorme orgulho que verificamos e sentimos o empenho das escolas e entidades que têm participado neste desafio. Este ano é marcado por novos desafios e metas, e a importância do correcto encaminhamento de pilhas usadas estará na ordem do dia com a chegada da personagem ‘Carga Máxima’ às escolas da campanha”.

A campanha continuará a funcionar até ao final do ano lectivo. Actualmente, as escolas participantes correspondem ao envolvimento de mais de 420 mil alunos e cerca 45 mil professores de todos os níveis de ensino, com maior incidência nas escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico.

Em breve, a campanha ditará mais escolas vencedoras a nível nacional e regional, de acordo com o peso de REEE (Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos) e RP&A (Resíduos de Pilhas e Acumuladores) recolhidos e encaminhados para reciclagem.

Esta campanha da ERP Portugal é implementada em parceria com a ABAE (Associação Bandeira Azul da Europa), através do Programa Eco-Escolas, e conta com o apoio das marcas LG, Orima, Pingo Doce e Worten.

Sobre a ERP Portugal

A ERP Portugal pertence a uma plataforma pan-Europeia, European Recycling Platform (ERP), fundada em Dezembro de 2002. Esta plataforma tem uma quota de mercado entre 12 e 35 por cento e já recolheu mais de 3 milhões de toneladas de REEE (Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos) na Europa. A 27 de Abril de 2006, através de um despacho conjunto emitido pelo Ministério da Economia e Inovação e pelo Ministério do Ambiente e Ordenamento do Território, obteve a licença para exercer a atividade de Gestão de REEE, em Portugal. A licença para fazer a gestão de Resíduos de Pilhas e Acumuladores (RP&A) Portáteis e Industriais Incorporáveis em Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (EEE) foi atribuída pelo Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território, através do despacho nº 3862/2010, de 3 de Março. A ERP assume como missão assegurar a implementação mais rentável de um Sistema de Gestão de REEE e RP&A, para o benefício dos seus utentes e empresas, dando lugar a oportunidades de negócio e vantagens competitivas. A ERP já está a operar nos seguintes países: Alemanha, Áustria, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Itália, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, Suécia e Israel.