O Festival Materiais Diversos 2017 decorre de 14 a 23 de Setembro, com actividades em três salas de espectáculos e outros cinco espaços de Alcanena, Minde e Cartaxo.

A nona edição do festival de artes performativas reúne mais de sessenta criadores portugueses e estrangeiros, artistas jovens e consagrados, apresenta 10 espectáculos de dança, teatro e música, dois em estreia absoluta e um em estreia nacional, promove conversas, encontros e acções de formação, exibe filmes e consagra Noites Longas ao convívio com os Bons Sons.

“Gatilho da Felicidade”, de Ana Borralho & João Galante marca a abertura do festival, no dia 14 de Setembro, às 22:00h, levando ao palco do Cine-Teatro São Pedro, em Alcanena, 12 jovens do concelho. Para o primeiro fim de semana do evento, estão agendados mais cinco espectáculos e múltiplas actividades, onde diálogo, partilha e reflexão aberta ao público serão uma constante.

“Nova Criação”, dos jovens criadores Filipe Pereira e Teresa Silva, será a primeira estreia absoluta do Festival Materiais Diversos 2017, com apresentação marcada para sexta-feira, dia 15 de Setembro, no Centro Cultural do Cartaxo. No sábado, dia 16 de Setembro, sucede-se “55”, espectáculo onde o coreógrafo e bailarino de origem marroquina Radouan Mriziga funde o seu corpo com a arquitectura e o espaço de apresentação, neste caso a Fábrica da Cultura de Minde, que, no sábado e domingo, 16 e 17 de Setembro, também acolhe “Viajantes Solitários”, uma criação do Teatro do Vestido, a partir de “histórias de estrada” de camionistas, que será apresentado num camião, estacionado à porta da antiga fábrica têxtil.

Ainda no dia 16 de Setembro, será apresentado, no Centro Cultural do Cartaxo, em estreia nacional, o espectáculo “FOLK-S”, do consagrado coreógrafo italiano Alessandro Sciarroni, com folclore e danças populares a serem resgatados pela dança contemporânea. No domingo, dia 17 de Setembro, será a vez de dois trabalhos criados a partir do diálogo e da investigação sobre o território e a população local – “Caminhar”, o convite do Teatro do Silêncio para a redescoberta física e emocional da paisagem de Minde, e “BALADA das vinte meninas friorentas”, de Margarida Mestre, espectáculo que o festival dedica ao público mais jovem e cujo processo de criação envolveu crianças de várias escolas de ensino básico da região, que será apresentado no Centro Ciência Viva do Alviela. Entre Fevereiro e Março de 2017, Margarida Mestre desenvolveu parte da pesquisa para a criação deste espectáculo nas EB1 de Covão do Coelho, Gouxaria, Minde e Serra de Santo António, sendo que, no dia 18 de Setembro, serão apresentadas duas sessões exclusivas para os alunos destas escolas.

No dia 22 de Setembro, sexta-feira, o Centro Cultural do Cartaxo recebe a estreia do espectáculo de dança contemporânea “Antropocenas”, de Rita Natálio e João dos Santos Martins.

A programação prossegue, no dia 23 de Setembro, sábado, com o concerto dos “Osso Vaidoso”, com Ana Deus e Alexandre Soares, às 18:30h, no Museu de Aguarela Roque Gameiro, em Minde.

A fechar o programa do Festival Materiais Diversos 2017, estará “Brother”, de Marco da Silva Ferreira, uma criação para 7 intérpretes, focada na dança em contexto de grupo, com início marcado para as 22:00h, no Cine-Teatro São Pedro, em Alcanena.

Ao cartaz dos espectáculos, juntam-se o encontro “Outros Trabalhos”, que reúne vários profissionais numa reflexão transversal e aberta ao público sobre criações artísticas. Nos dias 15, 16 e 22 de Setembro, o Festival apresenta, pela primeira vez na sua programação, uma selecção de filmes documentais, com “Um Elefante na Sala”, de Helena Inverno e Verónica Castro, “Onde as Oliveiras Crescem os Homens não Morrem”, de Tiago Moura e Pedro Pires e “En Todas as Mans”, de Diana Toucedo.

Destaque também para as acções de formação alternativa da Comunidade Artística Emergente, este ano orientadas por Rui Catalão e Emmanuelle Huynh, e as Aulas Diárias de teatro, dança, corpo, voz, ecologia e estética, abertas ao público ou dedicadas a grupos específicos, como os funcionários da empresa de curtumes Marsipel, que, nos dias 14 e 15 de Setembro, serão convidados a descobrir a dança enquanto manifesto de resiliência e sobrevivência, e a participar na investigação que a coreógrafa Cristina Planas Leitão está a desenvolver para o seu no espectáculo.

As Noites Longas, consagradas ao convívio e à música, firmam o segundo ano de parceria entre o Festival Materiais Diversos e o Festival Bons Sons. O especial destaque do programa que os dois festivais preparam em conjunto recai sobre a festa de abertura que, na noite de 14 de Setembro, resgata João Galante do seu papel de encenador para os comandos da pista de dança como DJ Galante a.k.a. Coolgate. A partir das 24:00h, no Cine-Teatro São Pedro, em Alcanena.

De 15 a 17 de Setembro, o Centro Ciência Viva do Alviela recebe o Encontro Anual REDE – associação supra associativa que representa os interesses do sector da dança contemporânea portuguesa.

Para mais informações, consulte o site http://www.materiaisdiversos.com/festival