O Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca, Carlos Caetano Dias, informou, via e-mail, os sete concorrentes à adjudicação da “Palha Blanco” que a Mesa Administrativa deliberou conceder a exploração da praça à empresa Tauroleve – Sociedade Tauromáquica Letra da Neta, Lda., de Ricardo Levesinho, apesar de esta empresa ter feito a oferta mais baixa em termos pecuniários, 18 mil euros por ano, que era o valor base da licitação. Além do valor da renda, a Tauroleve, Lda. compromete-se a oferecer à Misericórdia um donativo anual de 2.500 euros, destinado a custear as obras da Capela do Senhor da Boa Morte.

Esta decisão honra a empresa escolhida, na justa medida em que a Santa Casa da Misericórdia vila-franquense não privilegiou o valor monetário oferecido por cada concorrente, mas, antes, teve em consideração a experiência, o curriculum e a seriedade que, assim, é reconhecido à empresa vencedora.

Recordamos que a proposta mais alta entre as sete que foram apresentadas era a da empresa “Ovação e Palmas”, de Luís Miguel Pombeiro (20.500 euros no primeiro ano e 21.500 nos dois restantes), seguindo-se as de “Frenetik Smile”, de Jorge Vicente e a de Rafael Vilhais (21 mil euros/ano), da empresa “Toiros & Tauromaquia, Lda.”, de António Manuel Cardoso (20 mil euros/ano), e as de José Luís Gomes e Touro+, de Henrique Gil, (18.500 euros/ano cada).

Na sua página da rede social Facebook, a empresa Tauroleve, Lda. partilhou o seu estado de espírito decorrente da assumpção desta nova responsabilidade: “Obrigado a todos! Informamos que tomámos conhecimento que a Santa Casa da Misericórdia confiou no nosso projecto para gerirmos a centenária “Palha Blanco”, praça de toiros mítica de Vila Franca de Xira. Para nós é um orgulho e uma imensa responsabilidade e tudo faremos para contribuir para o engrandecimento da “Palha Blanco”, de Vila Franca e da Festa Nacional!”.

Fazemos votos para que a felicidade sorria à empresa Tauroleve, Lda., e que possa contribuir para a dignificação de uma praça tão emblemática como é a centenária “Palha Blanco”.