Luís Rouxinol Jr. e o praticante António Prates venceram “ex-aequo”, com inteira justiça e incontestável merecimento, o prémio que distinguia a melhor lide a cavalo na corrida de sábado à noite, no Montijo, espectáculo que assinalou o 60º aniversário da inauguração da Monumental montijense, e que registou escassa afluência de público.

Os dois jovens cavaleiros foram os mais destacados numa noite em que alternaram com Marco José, Gilberto Filipe, Parreirita Cigano e David Gomes.

Por sua vez, o prémio para a melhor pega foi conquistado por Paulo Parker, dos Forcados Amadores de Tomar, que competiam com os da Tertúlia Tauromáquica do Montijo e os Amadores do Montijo. O Concurso de Ganadarias foi ganho pelo toiro de Herdºs. de Varela Crujo, que arrecadou os prémios de bravura e de apresentação.