Foram eleitos no passado dia 5 de Novembro, em Abiul, os Corpos Sociais da TTP – Associação de Tertúlias Tauromáquicas de Portugal, instituição que, assim, encerrou formalmente o seu processo de instalação, sendo constituída por dezassete Tertúlias ou Clubes Taurinos fundadores, os quais estão sedeados em Abiul, Alagoa (Portalegre), Alcochete, Alter do Chão, Azambuja, Beringel, Chamusca, Coruche, Entroncamento, Ilha Terceira, Lisboa, Moita do Ribatejo e Vila Franca de Xira. Espera-se, ainda, a adesão de muitas outras agremiações que já manifestaram a intenção de aderir ao movimento de defesa da tauromaquia e dos direitos dos aficionados que esta Associação representa.

A TTP – Associação de Tertúlias Tauromáquicas de Portugal possui como missão a representação dos aficionados à Festa de Toiros junto dos organismos da tutela em Portugal e de entidades congéneres existentes no estrangeiro; a defesa da Festa de Toiros em todas as suas modalidades, propondo-se nomeadamente, durante o defeso da presente temporada, co-organizar um Congresso Internacional sobre “A Tauromaquia como Cultura”, iniciativa para a qual já convidou parceiros relevantes, nomeadamente, a Prótoiro, a Secção de Municípios com Actividades Taurinas da Associação Nacional de Municípios e os Grupos Parlamentares dos Partidos do “Arco da Civilização”; a elevação da cultura tauromáquica e o desenvolvimento de actividades de promoção da Festa de Toiros junto da população portuguesa e, em particular, junto das crianças e jovens; o apoio mútuo entre as organizações de aficionados que a integram na realização das suas iniciativas; a promoção da qualidade e respeito pelos valores tauromáquicos nas diversas manifestações de carácter taurino (pelo que pugnará pela revisão do actual Regulamento dos Espectáculos Tauromáquicos; e o trabalho a favor da elevação da Cultura Tauromáquica a Património Cultural Imaterial de Portugal e da Humanidade.

Os Órgãos Sociais eleitos estão assim constituídos: Mesa da Assembleia-geral – Aposento do Barrete Verde de Alcochete, Clube Taurino de Alcochete e Associação “Ludo Tauros”, de Vila Franca de Xira; Conselho Fiscal – Tertúlia Festa Brava, Clube Taurino do Concelho da Chamusca e Tertúlia “A Fenomenal”, do Entroncamento; Direcção – Associação dos Amigos “Abre Max”, de Vila Franca de Xira, Tertúlia Associação Alagoa, Tertúlia “Risco ao Meio”, de Coruche, Tertúlia Tauromáquica Terceirense e Tertúlia “O Berço da Tauromaquia”, de Abiul.

Toda a equipa ora eleita perspectiva um mandato de três anos com muita actividade e inovação no plano da promoção da Festa de Toiros, aportando à mesma a voz, tantas vezes ignorada, e a paixão desinteressada dos milhões de portugueses que gostam de toiros e que lutam pela liberdade de viver a sua “afición”, pela democracia cultural e pela promoção da Tauromaquia, um património cultural vivo com relevância inequívoca na cultura portuguesa e na identidade plural e tolerante do nosso país.