Luís Miguel Gonçalves

No próximo dia 11 de Setembro cumprem- se trinta anos sobre a data de alternativa do bandarilheiro Luís Miguel Gonçalves, a qual, naturalmente, bem justifica uma digna celebração pela forma qualificada e honrosa como este diestro escalabitano tem sabido pisar as arenas.

Filho do antigo e saudoso bandarilheiro Joaquim Gonçalves, Luís Miguel nasceu em Santarém a 2 de Março de 1962, e cedo despertou para o toureio por natural influência paterna. Aos vinte anos prestou prova para bandarilheiro
praticante, em cerimónia que teve lugar na Monumental “Celestino Graça” a 12 de Junho de 1982, bregando um toiro da ganadaria de Simão Malta. Após promissora trajectória como “praticante”, Luís Miguel Gonçalves cumpriu o seu sonho a 11 de Setembro de 1985, na Praça de Toiros “Daniel do Nascimento”, na Moita do Ribatejo, tauródromo onde viria a alcançar alguns dos seus mais sonantes triunfos, sendo considerado em algumas temporadas Triunfador na classe de Bandarilheiro,
mercê das imensas faculdades neste tércio, saindo às ordens de alguns dos mais consagrados novilheiros e matadores que ali actuavam.

Ao longo da sua já longa e digna carreira, Luís Miguel Gonçalves integrou a quadrilha do saudoso cavaleiro tauromáquico Gustavo Zenkl – ao lado de seu pai e de César Marinho – e, sobretudo, de José Manuel Duarte, de quem foi peão de confiança e, em alguns períodos, apoderado. Após haver cessado a relação profissional com o marialva escalabitano, Luís Miguel Gonçalves tem integrado a quadrilha de alguns cavaleiros nacionais, tendo saído ultimamente na quadrilha de Ana Batista. Para além da sua actividade de bandarilheiro, que sempre repartiu com outras actividades profissionais, Luís Miguel Gonçalves tem prestado igualmente a sua colaboração à Escola de Toureio “Joaquim Gonçalves”, de Santarém, que foi fundada e é dirigida por seu primo Pedro Gonçalves.

Aqui registamos atempadamente esta efeméride, fazendo votos para que a mesma possa ser justamente celebrada pelos aficionados escalabitanos. Ao conceituado Bandarilheiro endereçamos os nossos Parabéns acompanhados de Votos de muitas felicidades. Olé, Toureiro!

 

*Texto publicado em edição impressa de 21 Agosto

Download PDF