Manual de Boas Práticas no Combate ao Abandono Escolar SCMS site

O “Manual de Boas Práticas no Combate ao Abandono Escolar” foi apresentado na segunda-feira em Santarém.

O Manuel resulta do trabalho desenvolvido e da partilha de experiências que a Santa Casa da Misericórdia de Satarém (SCMS) promoveu, ao ser convidada a integrar o projecto EDU-ACTION, de parceria transnacional, tendo em conta, não apenas a sua actividade interventiva, ao nível dos serviços de Infância e Juventude com modelos pedagógicos adequados às necessidades das crianças e jovens, complementares ao papel de outros agentes educativos e valorizadores do papel da Escola, como também, das responsabilidades atribuídas ao nível da Rede Social Concelhia, nomeadamente, a representatividade no núcleo executivo do CLASS – Conselho Local de Ação Social de Santarém e na CPCJ e nos actuais projectos de parceria com particular incidência em territórios socioeconomicamente desfavorecidos.

Tendo em conta a meta estabelecida no âmbito da estratégia Horizonte 2020, que perspectiva reduzir o Abandono Escolar na Europa para valores inferiores a 10%, o Projecto “Edu-Action” pretende fomentar a cooperação e a partilha de experiências entre organizações de diferentes regiões do Mundo que trabalham nos domínios da Infância e Juventude, através do desafio de identificar boas práticas intercontinentais.

Dois técnicos das organizações parceiras viabilizaram experiências in loco, facilitadoras da reflexão sobre estratégias e metodologias de intervenção, consideradas adequadas aos desafios impostos na resposta ao fenómenos de abandono, absentismo e/ou insucesso escolar, muitas vezes associados a contextos de pobreza e/ou exclusão social.

O intercâmbio dos técnicos decorreu nos meses de Fevereiro e Março de 2017, e permitiu a partilha de experiências emergentes de intercâmbio de técnicos, determinante na construção do produto final deste projecto: um manual de boas práticas, que vai ser disponibilizado brevemente, gratuitamente, a nível internacional.

Os técnicos da equipa portuguesa foram recebidos pelas organizações do Senegal e da Índia e a Misericórdia de Santarém acolheu um técnico senegalês e outro indiano.

Este projecto contou com a participação de organizações de 6 países: Per Esempio (Itália) – entidade coordenadora, Fekete Sereg Ifjusagi Egyesulet (Hungria), Future au Présent (Senegal)Jeevanrekha Parishad (India), Fundación Aprendizaje en Acción (Bolívia) e Santa Casa de Misericórdia de Santarém (Portugal).