A Mala Voadora traz ao palco do Teatro Virgínia, no próximo sábado, 30 de Setembro, a peça de teatro Moçambique, com texto e direcção de Jorge Andrade.

No espectáculo, Jorge Andrade constrói uma narrativa para o que poderia ter sido essa vida que não lhe calhou. Constrói uma autobiografia ficcional, como se tivesse regressado a Moçambique, onde nasceu. E vai ter de impor a sua própria história, ficcional, à História do país, de modo a que a primeira seja credível.

Para cumprir esse objectivo, o teatro no seu formato mais tradicional não é muito adequado. O que acontece num palco é claramente mentira. Pelo contrário, os documentários são – pelo menos no seu paradigma purista – uma aproximação à verdade, pelo que foi desse modo de “contar histórias” que nos aproximámos. Não fizemos um espectáculo de teatro que se aproxime do formato documental, mas trouxemos dados e imagens efectivamente documentais para o contexto ficcional do teatro, ficcionando-as de um modo que não visa a verdade. Visa antes, como um romance histórico, inventar uma história cujo contexto advém da História. Jorge Andrade passa a fazer parte da História de Moçambique!

Os bilhetes custam 7,5€ (sendo aplicáveis descontos) e podem ser adquiridos na bilheteira do Teatro Virgínia ou online em www.bol.pt.