Há largos anos a apoiar o empreendedorismo nas escolas, a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, voltou a dinamizar junto do Ensino Secundário da região no ano lectivo 2016/2017, o EmpreEscola.

Do trabalho realizado pelos alunos, muitas ideias de negócio surgiram e foram desenvolvidas pelos alunos com o apoio técnico da NERSANT. No final do ano lectivo, a NERSANT fez questão de destacar as melhores ideias empresariais do Médio Tejo e da Lezíria do Tejo, em cerimónias que decorreram em Torres Novas e Santarém, respectivamente, no dia 5 de Junho.

Das escolas do Médio Tejo a concurso, destacou-se uma equipa da Escola Profissional de Ourém, que percebeu a ausência de tecnologia para apoiar os invisuais. Arregaçou mangas e criou o projecto empresarial Bengatrónica, uma bengala ergonómica que tem como objectivo melhorar a qualidade de vida dos invisuais. A mesma detém um sensor de luz que avisa com um sinal sonoro quando as luzes estão acesas, bem como detêm três sensores ultrassónicos que alertam para a proximidade dos obstáculos na área lateral do invisual e ainda a nível da cintura. No mesmo projecto estão ainda integrados uns óculos com o mesmo tipo de sensores que ao detectar um obstáculo a nível da cabeça a menos de 65 cm, activa um motor vibratório de forma a avisar o invisual.

Esta foi a ideia mais votada pelo júri para Melhor Ideia Empresarial do Médio Tejo, que destacou ainda mais duas ideias de negócio. O projecto da Escola Profissional de Torres Novas “QR4YOU”, uma aplicação para a partilha de informações entre hospitais, sagrou-se a Ideia Mais Inovadora. O projecto “Macinovation”, do Agrupamento Verde Horizonte de Mação, criou a SLEEPillow, almofada que recorre a diversos produtos biológicos para tornar mais eficiente o sono da população, o que lhe valeu a atribuição do Melhor Trabalho de Equipa da região do Médio Tejo.

Quanto à Lezíria do Tejo, a Melhor Ideia Empresarial foi atribuída à equipa “Pet + (plus)”, da Escola Secundaria Sá da Bandeira, que desenvolveu uma aplicação que, em conjunto com uma plataforma online, poderá localizar animais (com chip) através de gps. O júri decidiu ainda atribuir menção honrosa ao projecto “Control Sit”, da Escola Técnica e Profissional do Ribatejo.

A Ideia Mais Inovadora da Lezíria foi atribuída à mesma escola, mas desta vez à equipa “Engoma Pro-Teck”, que desenvolveu um sensor para as tábuas de engomar, que previne que os utilizadores deixem o ferro ligado sempre que se afastam. Para a Escola Sá da Bandeira, projecto “B-Plastik”, foi uma menção honrosa.

“Ideia School Chairs”, da Escola Secundária de Coruche, foi o Melhor Trabalho de Equipa, pelo trabalho desenvolvido na criação de uma cadeira ajustável para cada tipo de postura e estrutura/altura. Também neste parâmetro o júri decidiu atribuir uma menção honrosa, desta feita ao projecto “Scalevents” da Escola Secundaria Sá da Bandeira.

Às melhores ideias empresariais a NERSANT atribuiu um vale de 750 euros em compras de material informático, às ideias mais inovadoras, a associação facultou um vale de 500 euros e aos melhores trabalhos de equipa, o valor do vale foi de 250 euros. Para além disso, os projectos empresariais receberão ainda apoio técnico da NERSANT e pré-incubação da empresa, caso a venham a criar.

De referir que o projecto EmpreEscola – Empreender no Ensino Secundário, faz parte de uma estratégia de apoio ao empreendedorismo nas escolas mais ampla, e que inicia precisamente na escola primária.

Download PDF