_DSC0207

O Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarém) assinalou hoje o seu 37º Aniversário com uma sessão solene que decorreu no auditório da Escola Superior de Desporto de Rio Maior (ESDRM).

Margarida Marques, secretária de Estado dos Assuntos Europeus marcou presença nesta cerimónia, onde disse ser “fundamental que a Europa retome a via de um crescimento sustentável que promova simultaneamente a convergência, a competitividade e a criação de emprego”.

Na conferência de encerramento desta sessão solene, com o tema a governante destacou ainda o facto de a Europa não estar preparada para onda de crises que a atingiram nos últimos anos.

_DSC0193

Contudo, é opinião de Margarida Marques, “com a adesão à União Europeia, Portugal transformou o tecido económico e social. Melhorou as infra-estruturas. Modernizou a administração. Valorizou a educação, a inovação, a ciência e a cultura. Conquistou um lugar central no processo de construção europeia. Afirmou-se no contexto internacional. Portugal está empenhado, como sempre esteve, em participar na resposta aos desafios com que a Europa é hoje confrontada, como agente activo das políticas europeias.

Já antes, na sessão de abertura, o presidente do IPSantarém, Jorge Justino, tinha alertado para a “ameaça da globalização” e do “não entendimento” existente entre alguns estados-membros da união.

“A força da União Europeia, que representa uma das maiores economias do mundo, depende da união entre os seus estados membros e do apoio aos menos desenvolvidos”, afirmou.

Nesta cerimónia que marcou os 37 anos do Politécnico de Santarém, a actual presidência assumiu ainda como “prioridade central” a construção de uma residência para estudantes da ESDRM, sobretudo pelo previsto crescimento do número de alunos, com a abertura de uma nova oferta formativa no próximo ano lectivo.

Esperando ver inscrita a verba para a obra no Orçamento do Estado de 2018, Jorge Justino disse que esta obra serviria para dar um “apoio social digno” aos estudantes.

No final de Fevereiro, o parlamento aprovou por unanimidade um projecto de resolução apresentado pelo deputado comunista António Filipe que considera prioritária a construção de uma residência para estudantes na Escola Superior de Desporto de Rio Maior (ESDRM).

Este facto foi recordado nesta sessão pela presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais, que referiu que o município, também ele receptor das queixas e preocupações de pais e alunos que vão estudar para o concelho, tem vindo a estudar possíveis soluções para alojamento, no âmbito das suas competências em matéria de acção social.

Segundo a autarca, tem estado a ser estudada a possibilidade de se encontrar financiamento para aquisição e recuperação de edifícios devolutos no centro histórico para alojamento de estudantes.

O primeiro, a antiga escola comercial, está pronto a ser protocolado e estão perspectivados 13 quartos duplos, um deles para pessoas com deficiência. Dois outros edifícios estão já identificados, permitindo superar a capacidade prevista na residência projectada para o espaço onde foi construída a ESDRM, declarou.