A Associação Académica da Escola Superior de Saúde de Santarém, em parceria com o Grupo de Dadores de Sangue de Pernes e o Instituto Português do Sangue vão levar a cabo na próxima sexta-feira, dia 9 de Dezembro, entre as 09:00 e as 13:00, mais uma campanha de Dádivas de Sangue nas instalações do Jornal Correio do Ribatejo, na Rua Serpa Pinto, em Santarém. A acção, um bom exemplo de “Praxe Universitária”, é um gesto que os organizadores pretendem que seja um “ritual de iniciação” à responsabilidade social que cada aluno deverá adquirir à entrada no Ensino Superior.

Sendo esta uma Campanha de Dádiva de Sangue “especial”, o gesto de solidariedade, embora voluntário, será sempre da “praxe” na Escola Superior de Saúde de Santarém.

Aliás, as campanhas a favor da auto-suficiência e captação de dadores mais jovens é já uma tradição no Grupo de Dadores de Sangue de Pernes que está a assinalar os seus 20 anos de actividade.

“Os jovens, se forem despertos para esta causa em idades mais precoces, têm tendência a serem muito solidários. Por outro lado, estão também muito receptivos aos apelos que se fazem para captar potenciais dadores de medula óssea”, transmitiu ao nosso jornal Mário Gomes, presidente do Grupo de Dadores de Pernes.

Segundo disse, esta acção “é uma forma de captar novas pessoas e ‘sangue novo’ para este movimento solidário tão importante”. “A inclusão e acolhimento aos novos alunos é uma forma de cultivar os bons hábitos de solidariedade já existentes naquela Academia”, disse Mário Gomes, esperando-se que vários novos alunos aceitem de bom grado esta “praxe solidária”.

“Comemorarmos este ano, 20 anos de existência, continuamos com os nossos objectivos bem definidos. Propomo-nos aumentar o número de dadores e de dádivas e alcançar uma visibilidade crescente, sempre com a nossa visão bem presente, que é salvar vidas”, declarou Mário Gomes.