Apenas um ano depois da inauguração, a Startup Santarém terá de duplicar o espaço. A notícia foi dada pela Presidente da NERSANT, Maria Salomé Rafael, que revelou que a Startup está no máximo da capacidade. A Startup de Santarém é “um exemplo do trabalho desenvolvido e da aposta na inovação, o espaço está completamente lotado, com 43 empresas a trabalhar. Vamos ter de ampliar e duplicar o espaço”. A Presidente da NERSANT referiu ainda que brevemente será criada a Startup de Alcanede, dando mais um impulso à região.

Maria Salomé Rafael falava no encerramento do II Fórum de Inovação e Empreendedorismo que decorreu entre ontem e hoje em Santarém. No Convento de São Francisco, a Presidente da NERSANT sublinhou que o estímulo do empreendedorismo é uma marca da Associação empresarial do Ribatejo: “Congratulamo-nos com a importância dada ao empreendedorismo, recordo que a NERSANT foi pioneira nesta área onde iniciou o trabalho há 19 anos”.

Uma tradição reconhecida nos números, já que “Nos últimos 4 anos, apoiamos 1934 empreendedores. A NERSANT apoiou directamente a criação de 439 empresas e, só neste ano, já apoiou a criação de 83 empresas. Estes números traduzem-se num investimento de 8,7 milhões de euros e na criação de 693 novos postos de trabalho”, referiu a Presidente da NERSANT.

Resultados que foram sublinhados pela Secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, que defende que “o ecossistema empreendedor pode ajudar todas as empresas na transição para a indústria 4.0. Este papel é fundamental”. A governante reconheceu ainda o empenho da NERSANT e o “ecossistema empreendedor que aqui se vive e a NERSANT está de parabéns”. A secretária de Estado reconhece que um dos pontos fulcrais é o acesso ao financiamento, “por isso mesmo o Governo entre financiamento público e privado vai disponibilizar 280 milhões de euros para apoiar o empreendedorismo e alavancar as startups”.

Já o presidente da Câmara Municipal de Santarém afirma que “os autarcas da região têm o trabalho facilitado pelo trabalho desenvolvido pela NERSANT. Esta associação empresarial tem um grande dinamismo o que tem contribuído muito para o desenvolvimento da região”. O autarca cedeu depois a palavra a Sara Silva, uma jovem do 12.º ano que entrou no programa “Autarca por um dia” dinamizado pela autarquia. A jovem aplaudiu o trabalho da NERSANT nas escolas onde os jovens podem desenvolver uma ideia, desde a concepção até à busca de financiamento. Para Sara estes passos tão cedo na vida são muito importantes, até porque “os jovens têm iniciativa, têm inteligência e capacidade de desenvolver ideias inovadoras. Quero agradecer à NERSANT a oportunidade de desenvolvermos esse lado empreendedor, porque é nos jovens que está o futuro”.

No final das intervenções foram entregues os certificados para os empreendedores que criaram empresas em 2016 e 2017 e para os vencedores de concursos de ideias de negócios no âmbito do projecto Ribatejo Empreende. Já de manhã, cerca de 20 startups tinham feito pitchs a investidores para apresentar os seus projectos.