Com o tema «A Medição do Mundo – Manuel de Figueiredo, cosmógrafo de Portugal», e pelo oitavo ano consecutivo, as Memórias da História dão lugar à recriação dos mais importantes momentos do passado de Torres Novas. De 1 a 4 de Junho, o centro histórico da cidade recua no tempo ao longo de quatro dias repletos de animação, num ambiente de festa, de cor e de sons da época.

Início de seiscentos: Manuel de Figueiredo, cosmógrafo-mor do Reino, visita Torres Novas, a sua terra. Traz consigo novidades e maravilhas dos novos mundos e espanta os torrejanos com a explicação das artes, da matemática, da astronomia e da navegação. A vila vê, pela primeira vez, mapas e astrolábios. Portugal começa a sonhar ser livre, de novo.

É este o cenário que a edição de 2017 desta feira de época irá desenhar através de momentos de recriação histórica, actividades lúdicas, performances musicais e teatrais que criam o ambiente certo para uma viagem única. No recinto da feira, o visitante encontra inúmeros cenários e personagens. Percorrer a mouraria, universo de cores e de cheiros ímpares; empunhar espadas na praça d’armas; entrar no submundo dos enfermos e desvalidos no Postigo da Traição; conhecer outras histórias no Paço dos Robertos ou provar iguarias numa das muitas bodegas da feira são apenas algumas das vivências que este evento tem para oferecer.

Entre as principais novidades deste ano está o alargamento do recinto da feira até ao Jardim das Rosas, e a criação de novas áreas temáticas, incluindo uma zona especialmente dedicada aos mais pequenos e para apoio às famílias.

Na edição de 2016 o evento registou mais 64500 visitantes, prevendo-se que este número aumente tendo em consideração as vendas de ingressos já registadas.

As pulseiras livre-trânsito, válidas para os quatros dias, custam 6€, e as pulseiras diárias 4€.

Mais informações sobre o evento em www.memoriasdahistoria.pt ou www.facebook.com/memoriasdahistoriatorresnovas/

torres

Download PDF