Pela primeira vez durante três dias, Santarém volta a ser a capital nacional do futsal de formação! O Vitória Futsal Cup Masters, organizado pelo Vitória Clube de Santarém já nos dias 2, 3 e 4 de Junho, surge em 2017 em versão alargada, num colossal evento que se assim se cimenta como o maior e mais abrangente do género realizado no País.

Com a Nave e o Pavilhão Municipais de Santarém como palcos, funcionando simultaneamente numa acção ininterrupta, o Vitória Clube de Santarém volta a assumir a sua crescente responsabilidade enquanto um dos emblemas de referência do futsal jovem nacional (é actualmente o 3.º maior de Portugal em número de atletas federados), dinamizando um evento marcado, anualmente, por uma mobilização recorde de distritos em torno da modalidade.

No total, em 2017, serão 18 as Associações Distritais representadas em mais uma cimeira de gigantes organizada pelo clube vitoriano, que promove um encontro único, destacando os praticantes do futuro do futsal nacional, distribuídos pelos 7 escalões em competição: petizes, traquinas, benjamins, infantis, iniciados, juvenis e juniores masculinos sub-20. No total, serão 38 equipas, mais de 500 atletas e 100 técnicos a reluzir na cidade de Santarém!

Na génese deste evento está um conceito singular desenvolvido pelo Vitória, que lhe confere cunho distintivo e inédito: em prova estarão apenas os clubes que contam com mais atletas de futsal inscritos em cada distrito, numa política que pretende enaltecer aqueles que, à custa de um quotidiano dinâmico e pejado de sacrifícios, carregam às costas a responsabilidade de promover e enaltecer a maior modalidade de pavilhão praticada em Portugal.

Do top 10 nacional em termos de atletas federados, 7 emblemas estarão contemplados no programa do Masters 2017, acorrendo à honra e à responsabilidade de representar o seu distrito e juntando-se a muitos outros que encabeçam a listagem das respectivas associações.

De norte a sul, passando pelas ilhas

Entre as 18h30 de sexta-feira, dia 2, e as 22h00 de domingo, dia 4, um total de 63 partidas colocará em evidência o melhor que o futsal de formação nacional produz em solo nacional, com o atractivo de se percorrer todo o território continental, de Viana do Castelo ao Algarve, viajando até às ilhas, que, nesta edição, apenas estarão representadas pelo CS Marítimo, após indisponibilidade de última hora do porta-estandarte dos Açores, o SC Barbarense (Angra do Heroísmo). De resto, para completar o mapa nacional, registe-se apenas a falta do representante de Beja (distrito ainda com pouca expressão na modalidade, com apenas cinco equipas no âmbito da formação, no escalão de juniores).

A edição de 2017 fica desde logo marcada pela estreia do maior clube português em número de praticantes inscritos (231), o Leões de Porto Salvo, que se junta ao CRC Quinta dos Lombos, um dos históricos nacionais (e do evento), na representação da poderosa AF Lisboa, única associação que coloca dois emblemas na prova.

No 2.º posto da tabela nacional, destaque para os madeirenses do Clube Sport Marítimo, que integram o certame pelo 3.º ano consecutivo, fazendo-se representar em 3 escalões, número só suplantado pelo Póvoa Futsal Clube, emblema mais representativo da AF Porto, que se estreia este ano em Santarém em 4 categorias etárias.

Na condição de clubes da sua Associação com mais jovens a desenvolver diariamente a prática da modalidade, destacam-se ainda a Associação Granja do Ulmeiro (AF Coimbra) e o Eléctrico FC (AF Portalegre), que arrebatou dois títulos em 2016, viajando do Alentejo com o Internacional Sport Clube, da AF Évora (que regista a sua 2.ª aparição em solo escalabitano). De Setúbal, chega-nos o Santa Marta do Pinhal (3.ª presença e campeão em título de petizes)) e, de Leiria, o Burinhosa, um dos mais importantes emblemas da cena nacional.

Dos extremos do País, viajam a AD Ponte da Barca (AF Viana do Castelo) e o CDR Pedra Mourinha (AF Algarve), ambos carimbando já uma tripla participação no Masters. Receptivos a palmilhar centenas de quilómetros rumo à capital jovem do futsal nacional mostraram-se também alguns dos principais emblemas nortenhos no âmbito da formação, como o Contacto Futsal (AF Braga), campeão em título no escalão de benjamins, a Escolinha de Futsal Johnson Januário (AF Vila Real), detentora do ceptro em infantis), o CSP Vila Flor (AF Bragança) e o Viseu 2001 (AF Viseu).

GDR Lameirinhas (AF Guarda), Bairro Boa Esperança (AF Castelo Branco) e AD Travassô (AF Aveiro) completam o lote de emblemas que cruzam o País em busca dos muitos momentos de felicidade e partilha proporcionados por um Masters que enaltece o melhor daquela que é a modalidade de pavilhão que mais cresce em Portugal.

Programa de jogos - cartaz oficial